top of page
sal.jpg

O sal insípido para nada serve

Mateus 5:13. Não os apóstolos, não somente ministros do evangelho; mas todos os que possuem e manifestam a graça mencionada nos versos precedentes, são verdadeiramente santos e justos; são o sal da terra. Nomeados para ser o meio de prevenir ou curar o crescimento da corrupção que prevalece no mundo e de temperar as mentes dos homens com sabedoria e graça celestial. Mas se o sal perdeu o sabor, ou, seja crescido insípido, e por isso quer temperar-se, com que será salgado?

Por qual meios sua virtude perdida pode ser restaurada? A palavra (perder o sabor), tem força e beleza peculiar aos tempos em que vivemos, e é literalmente, ser, e crescer tolo, aludindo, para a figura comum, em que o sentido e espírito são expressos por sal, do evangelho de Deus e de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A partir daí é bom para nada – É totalmente inútil, e deixado para ser jogado ao ar livre, e pisoteado pelos homens como a sujeira comum nas ruas: "assim desprezível e desprezíveis vocês, meus discípulos, serão, dizia Jesus, mesmo nas mais eminentes estações, e épocas se vocês perderem seu caráter para a religião real e vital, serão desprezíveis.

Por que o evangelho não é um mero proselitismo religioso. Não é dizer: venha para Cristo e seja feliz, seja rico, obtenha seu parceiro/parceria de volta. Isso é proselitismo religioso e não evangelho. Isso é pregação de sal insípido. Não de SAL da terra.

Campanhas, para ativar uma fé religiosa, desafios de tolos para tentar emocionar as pessoas, isso é tentar fazer proselitismo com sal insipido. Você pode até justificar isso...porém avalie os frutos que estão sendo colhidos, isso é... se houver frutos.

Jesus não nos chama para ser feliz, mais sim para sermos salvos, mártires pelo seu nome. Jesus não fez prosélitos de uma nova religião, mas, fez discípulos de um Reino. Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Mateus 16:25.

A chamada para ser sal é bem essa...Paulo quando foi chamado Deus lhe mandou dizer: E, eu lhe mostrarei o que importa sofrer pelo meu nome. Atos 9:16. Porém as campanhas de hoje é pare de sofrer...seja feliz.

Agora, e mais corretamente em nosso tempo, pessoas se convertem chamando Jesus de (você), de (meu amor), (meu amado), como se tivessem lidando com relacionamentos mundanos que começam e terminam ao menor capricho, ou exigência de outra parte. É só mais uma transa, um momento de prazer, do que um compromisso. Vivem um relacionamento insipido com Deus, como vivem seus relacionamentos humanos. Sem compromisso, se fantasiando de mundanos, se pintando com tatuagens, Piercings pendurados em várias partes dos seus corpos (que deviam ser templos de Deus, se tornam pintados como os templos do proselitismo a qual foram inseridos), e passam a mostrar claramente um evangelho que é mais proselitista do que imagem de Deus, e assim os religiosos da época criaram igrejas a imagem deste sal insipido, para atender ao proselitismo atual.

Ou você é SAL da terra e está disposto a perder sua vida pelo evangelho, ou você é um sal insipido, no proselitismo evangélico do século 21.

Pr. Adélcio Ferreira - IBPMG

bottom of page