O sangue dele requererei das tuas mãos

...mas o seu sangue, da tua mão o requererei. (Ezequiel 3)

Graça e paz amados. Este versículo assombrou e ainda assombra muita gente no arraial evangélico. Sobre imposição de lideranças, cada qual visando um proveito próprio... e digo alguns até de mal intenção, visando encher igrejas para obter mais $$$$$.

 

Nada tem de atual com a igreja este texto de Ezequiel 3. Deus não irá cobrar de suas mãos o sangue do vizinho que morreu em seu pecado, e você não o evangelizou. Até por que o crente uma vez convertido, ele não será justificado por obras... mas é justificado pelo sacrifício de Jesus no Calvário. Uma vez nascido de Deus ele (o crente) foi salvo. E quem está salvo, fica guardado por Deus em Cristo para os benefícios do mundo vindouro. A bíblia diz escondidos em Cristo: ...pois morrestes, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus (Col.3.3).

 

Se você é um daqueles crentes em Jesus assombrado por este versículo: Filho do homem: Eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e avisa-los-ás da minha parte. Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniquidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei. (Ezequiel 3:17 e 18).

 

Descanse em Deus. A Palavra ai tem destino específico. O profeta Ezequiel. Também tem um povo específico. O povo de Israel. O Senhor nosso Deus, diz especificamente a Ezequiel que ele foi designado para ser atalaia (nome dado ao vigia da torre que gritava diante da aproximação do inimigo) sobre a casa de Israel. Portanto a ordem é dada especificamente a uma pessoa (Ezequiel) para uma função específica (Atalaia) e para um povo específico (Israel). Hoje como igreja (somos milhões) e você particularmente não recebeu de Deus a missão específica de pregar a Israel, então fica claro que a ordem não foi dada a você.

 

A responsabilidade e o privilégio de anunciar as boas novas às pessoas, não é para ser feito em forma de que perderemos a salvação se não o fizer. Como se nos recaísse uma maldição, ao não falar de Jesus à alguém. Falar do evangelho é uma consequência da certeza da salvação que recebemos pela graça, e do amor que nos constrange a querer que outros também sejam salvos. Hoje em dia alguns cristãos nem sequer tem a certeza dessa salvação e acabam pregando mais sob o medo que lhes são impostos debaixo do versículo acima utilizado, do que por amor aos perdidos.

Tire esta acusação de sua vida e prossiga anunciando o evangelho, quer seja por sua voz pregando a outros a Palavra, quer seja apenas pelo seu testemunho de seguir a Cristo. Deus não irá cobrar nada de você, Ele já cobrou tudo o que exigia a Sua justiça, em Cristo.

1Jo 1:7-9 Se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.... Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.

Pr. Adélcio Ferreira – IBP - Sede

Igreja Batista da Provisão - Sede

Copyright © 2018 / Igreja Batista da Provisão. Todos os direitos Reservados. Permitida a reprodução/publicação de textos, artigos e afins, desde que citada a fonte. Logos e registros da IBP é de uso restrito e exclusivo da Igreja Batista da Provisão.