É assim que nós cremos

Os pentecostais são (ou pelo menos deveriam ser) herdeiros da soteriologia arminiana.

A TEOLOGIA ARMINIANA. NOSSA TEOLOGIA - BREVE ESBOÇO

 

Embora a famosa expressão “os cinco pontos do arminianismo” tenha a ver com Jacó Armínio, ela só surgiu depois da morte desse exímio teólogo através de um documento que levou o nome de Remonstrância escrito por “quarenta e seis ministros e leigos holandeses respeitados”

Os Cinco Artigos da Remonstrância foram proposições teológicas apresentadas em 1610 pelos seguidores de Jacó Armínio morto em 1609, as quais discordavam das interpretações do ensinamento de João Calvino então vigente na Igreja Reformada Holandesa.
 

Vamos a estes pontos que cremos e afirmamos em nossa fé em Cristo.
 

Art. 1 - Que Deus, por um decreto eterno e imutável em Cristo, antes que o mundo existisse, determinou eleger para a vida eterna, dentre a raça caída e pecadora, aqueles que, através de sua graça, creem em Jesus Cristo e perseveram na fé e obediência; e que, opostamente, resolveu rejeitar os inconversos e os descrentes para a condenação eterna (João 3:36);

 

Art. 2 - Que, em decorrência disso, Cristo, o Salvador do mundo, morreu por todos e cada um dos homens, de modo que ele obteve, pela morte na cruz, reconciliação e perdão pelo pecado para todos os homens; de tal maneira, porém, que ninguém senão os fiéis, de fato, desfrutam destas bênçãos (João 3:16, I João 2:2);

 

Art. 3 - Que o homem não podia obter a fé salvífica de si mesmo ou pela força de seu próprio livre-arbítrio, mas se encontrava destituído da graça de Deus, através de Cristo, para ser renovado no pensamento e na vontade (João 15:5);

 

Art 4- Que esta graça foi a causa do início, desenvolvimento e conclusão da salvação do homem; de forma que ninguém poderia crer nem perseverar na fé sem esta graça cooperante, e consequentemente todas as boas obras devem ser atribuídas à graça de Deus em Cristo. Todavia, quanto ao modus operandi desta graça, não é irresistível (Atos 7:51);

 

Art. 5 - Que os verdadeiros cristãos tinham força suficiente, através da graça divina, para enfrentar Satanás, o pecado, o mundo, sua própria carne, e a todos vencê-los; mas que se por negligência eles pudessem se apostatar da verdadeira fé, perder a felicidade de uma boa consciência e deixar de ter essa graça, tal assunto deveria ser mais profundamente investigado de acordo com as Sagradas Escrituras.

Dentro deste pensamento do teólogo Jacó Armínio (Jacobus Arminius) temos alguns pontos que diferem da afirmação do teólogo João Calvino.
 

FONTE: OBRAS DE ARMÍNIO VOLUME 1-2-3
 

Em seu livro as Obras de Armínio encontramos os seguintes pontos de sua afirmação teológica acerCa da liberdade humana de escolher mesmo depois de estar caído ou seja (LIVRE ARBÍTRIO).

 

1 - Depravação Total
O livre arbítrio é incapaz de iniciar ou de aperfeiçoar qualquer bem verdadeiro e espiritual sem a graça. Para que eu não possa ser considerado, como Pelágio, como usando de mentiras com respeito à palavra “graça”, quero dizer, com isto, aquilo que é a graça de Cristo e que diz respeito à regeneração. (Rm 3.23-24 - Rm 5.18 - Tt 2.11 ) (Vol 2. P. 406).
--------------------------------------------------
2 - Eleição Condicional
Deus não pode ‘amar previamente e considerar, afetuosamente, como seu’, a nenhum pecador, a menos que Ele o conheça previamente em Cristo, e o considere como um crente em Cristo. (Mateus 11: 28-30 - João 4:42 - 1 Timóteo 4:10 ) - (Vol 3. P. 303).
-------------------------------------------------
3 - Expiação Ilimitada
“Portanto, Cristo também morreu por todos, sem nenhuma distinção entre eleitos e reprovados. (João 1.12 / 2Cor.5.14-15 - 1Jo 2.2 - Rm 3.23-24) (Vol 3. P. 425)
--------------------------------------------------
4 - Graça Resistível
Por que as representações da graça que as Escrituras contêm são descritas como podendo ser resistidas (At 7:51) e recebidas em vão (2Co 6:1). (Vol 1. P. 209).
--------------------------------------------------
5 - Perseverança ou Preservação dos Santos
“Se Davi tivesse morrido no momento em que pecou contra Urias por adultério e homicídio, ele teria sido condenado a morte eternal. (Vol 2. P. 433)
(Lamentações 3:21-24 - 2 Timóteo 2:12 - Marcos 13:13).
E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo. ” (Marcos 13:13 )
As teses citadas estão nos volumes , porém alguns dos versículos foram acrescentados por mim, não estará descritos nos volumes das Obras de Armínio.
--------------------------------------
Igreja Batista da Provisão – MG

 

Pr. Adélcio Ferreira

Copyright © 2018 / Igreja Batista da Provisão. Todos os direitos Reservados. Permitida a reprodução/publicação de textos, artigos e afins, desde que citada a fonte. Logos e registros da IBP é de uso restrito e exclusivo da Igreja Batista da Provisão.