top of page

Igreja Ortodoxa Russa é alvo de ataques extremistas na Sul do país (foto representativa)

Na noite do último domingo, 23 de junho, igrejas e sinagogas foram atacadas nas cidades de Derbent e Makhachkala no Daguestão, região sul da Rússia. De acordo com o Ministério de Saúde do Daguestão, 20 pessoas morreram nos incidentes. O líder cristão ortodoxo Nikolai Kotelnikov, que serviu mais de 40 anos a comunidade cristã em Derbent, está entre os mortos, assim como um vigia da igreja. Além disso, 15 policiais perderam a vida e 25 ficaram feridos durante os ataques nas duas cidades.

Em Makhachkala, extremistas islâmicos incendiaram a sinagoga local e bombardearam um posto policial no centro da cidade. A polícia interditou várias ruas e ajudou 19 pessoas a saírem da igreja ortodoxa. Também foram relatados tiroteios na aldeia de Sergokala, que fica a 65 quilômetros de Makhachkala.

 

No total, cinco extremistas morreram e outros seis ficaram feridos. Cerca de 95% da população no Daguestão é muçulmana e alguns deles são radicais e pertencem a grupos como o Estado Islâmico Khorasan (ISIS-K). Mas até o momento, nenhum grupo reivindicou os ataques.
 

Durante uma entrevista, o líder da Igreja Ortodoxa Russa, o patriarca Kirill, afirmou que há um inimigo querendo destruir a paz inter-religiosa no país. Já as autoridades políticas acusaram o governo da Ucrânia pelos ataques. O Daguestão já foi palco de conflitos entre grupos extremistas e separatistas entre os anos 1990 e 2000 e a Rússia enfrentou alguns ataques de radicais islâmicos nos últimos anos.  
 

Apesar de a Igreja Ortodoxa Russa ter o apoio do governo para funcionar no país, ela está sujeita a perseguição no Daguestão. A Portas Abertas convoca a igreja brasileira a interceder pelos cristãos atacados na região.

Pedidos de oração

  • Ore para que os cristãos sobreviventes e os que perderam entes queridos sejam consolados e supridos em suas necessidades físicas, emocionais e espirituais.

  • Clame para que os governantes trabalhem para encontrar e responsabilizar as pessoas que causaram os ataques.

  • Interceda por coragem aos outros cristãos que estão temerosos de voltar a frequentar as igrejas.

Fonte: Site da Missões portas abertas

bottom of page