Ecumenismo-certo-ou-errado-Estudos-Bíbli

Ecumenismo devo eu participar disso?

Primeiro quero aqui definir Ecumenismo e alguns conceitos, ou fases de sua vertente segundo alguns apanhados e pesquisas.

Ecumenismo institucional: é aquele que ocorre ao nível das instituições promotoras do ecumenismo, como o Conselho Mundial de Igrejas e o Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos.

Ecumenismo oficial: é aquele que envolve as autoridades eclesiásticas das diversas igrejas.

Ecumenismo secular: O ecumenismo secular é uma corrente do movimento ecumênico representada por aqueles que, diante do impasse e da lentidão das diversas instituições em realizar a unidade, creem que somente a aplicação do método indutivo, que parte da história concreta em que se está inserido e da encarnação como tema central, poderá levar adiante a tarefa ecumênica. Segundo os secularistas, o pensamento e a ação ecumênica devem estar centradas no mundo secular, no serviço do ser humano. Assim, o ecumenismo secular coloca-se na busca da justiça, da paz, da ecologia e da luta contra a pobreza expressa nas diversas teologias da libertação. São várias as vertentes e pontos de vista sobre ecumenismo. Já começa a não ser algo certo ai, acredito eu pastor Adélcio Ferreira que é apenas mais uma das jogadas de Satanás para destruir a fé cristã protestante. Alguns que seguem essa meta de unir-se no propósito do AMOR, trazem do ponto de vista Cristão, os dizeres que o ecumenismo é um movimento entre diversas denominações cristãs na busca do diálogo comum, que busca superar divergências históricas e culturais, a partir de uma reconciliação que aceite a diversidade entre as igrejas, denominações, credos etc.

Então entendemos que no ambiente cristão, utilizam-se de uma outra nominação para esta atitude herética. Você já deve ter ouvido falar na relação com outras religiões denominar-se ou ser chamado de diálogo inter-religioso. Porém, é farinha do mesmo saco. Trata-se do ecumenismo

Já falando um pouco acima sobre a diversidade até mesmo dentro do que chamam de Ecumenismo, o Dicionário Aurélio define ecumenismo como movimento que visa à unificação das igrejas cristãs (católica, ortodoxa e protestante). Do ponto de vista das pessoas comuns, e até leigas, pode-se dizer que o ecumenismo busca o diálogo e cooperação comum, buscando superar as divergências históricas e culturais, a partir de uma reconciliação das religiões para aceite da diversidade entre as igrejas, templos, instituições etc.

Ecumenismo do ponto de vista geral é o processo de busca da unidade entre todas as religiões, já que, como dizem Deus é um só. Já expliquei aos meus alunos de teologia, e aos nossos obreiros que esta frase está errada (deus é um só). Esta frase deve ser dita: O nosso Deus é o único Deus, e não deus é um só. Esse deus é pagão, essa ideia é secularista e não cristã.

Pelo que passo a perceber a tempos essa ideia de amor tem um fim em si mesma. Pois no Ecumenismo se diz sempre que não devemos levar em conta o credo, pois o credo nos divide, mas apenas o AMOR deve ser ressaltado. O ecumenismo tem uma face plural. As iniciativas ecumênicas ocorrem em diferentes níveis e entre diferentes religiões buscando um ponto de equilíbrio entre o que eles dizem: deus é um só. Volto aqui a dizer: esta frase está errada: O nosso Deus é o único Deus. Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele.1 Coríntios 8:5-6.

Definindo então a palavra Ecumênico temos a premissa de que essa palavra pode ser aquilo ou o que reúne pessoas de diversas religiões ou ideologias. Relativo ao universo, a toda a terra habitada. = UNIVERSAL. O termo ecumênico provém da palavra grega οἰκουμένη (oikouméne), significa mundo habitado. Num sentido mais restrito, significa esforços em favor da unidade entre as religiões e ideologias em dias mais modernos.

Em nível mundial, como anda caminhada ecumênica até hoje? Que avanços ocorreram?

Anivaldo Padilha (Metodista e militante do movimento ecumênico desde o final da década de 1950)

O movimento ecumênico moderno, em nível mundial, celebrou oficialmente o seu marco fundante no ano passado ao comemorar os cem anos da realização da Conferência Missionária realizada em Edimburgo, Escócia, em 1910. Foi naquela conferência que os esforços ecumênicos, iniciados no final do século XIX entre missionários protestantes europeus e americanos e, de forma especial, entre jovens estudantes leigos, se transformaram em movimentos organizados que posteriormente (1948) fundaram o Conselho Mundial de Igrejas – CMI, que é a principal articulação ecumênica mundial.

Essa caminhada teve vários momentos importantes. Em suas primeiras décadas, o movimento inspirou iniciativas de aproximação e de diálogo entre as igrejas, o que resultou na formação de conselhos ou federações de igrejas em praticamente todos os países com presença cristã, em todas as regiões do mundo. Entretanto, creio que os momentos mais dinâmicos do movimento ecumênico, desde o seu início, aconteceram principalmente no âmbito das lutas pela Paz e pela Justiça e, em não poucas ocasiões ou situações, fora do âmbito oficial das igrejas.

Não foram poucos os grupos ecumênicos nacionais na Europa, especialmente na Alemanha, que sofreram perseguições e tiveram seus mártires porque se opuseram ao nazi fascismo. Os processos de reconciliação entre povos da Europa, no pós-guerra, também tiveram no movimento ecumênico um de seus principais protagonistas. E durante o período da Guerra Fria, o movimento ecumênico organizado em torno do CMI foi um dos poucos canais de comunicação entre a sociedade Ocidental e a dos países do Leste Europeu. Aliás, essas relações com as igrejas e movimentos leigos nos países socialistas são um dos fatores que levaram grupos religiosos conservadores, apoiados pelo governo norte-americano, a acusarem o movimento ecumênico de comunista.

O movimento ecumênico teve também papel importante nas campanhas e nos processos contra o colonialismo, especialmente na África. Uma das iniciativas ecumênicas mais notáveis foi o Programa de Combate ao Racismo – PCR. Criado em meados da década 1970, o PCR defendeu os direitos e as lutas de negros e povos indígenas em todos os países, mas estabeleceu como prioridade o apoio à luta contra o Apartheid, na África do Sul. Esse foi um dos programas mais bem sucedidos do CMI e, talvez por isso, o que mais sofreu ataques dos setores conservadores das igrejas e da mídia Ocidental. (Trecho retirado IHU On-Line).

Bom uma vez cotado acima, te desafio a estudar mais um pouco sobre essa ideia pluralista que percorre o mundo tentando derrubar a verdadeiramente FÉ cristã. Ou seja, a Fé em cristo Jesus o Nosso Senhor. Partindo agora de um ponto de vista cristão protestante que é meu caso, e o que ensino a mais de 20 anos, o ecumenismo são para pessoas de igrejas diferentes que aplicam o pluralismo para decidir se algumas doutrinas são essenciais, enquanto outras não sendo tão essenciais assim para nossa fé, estarão sujeitas à interpretação, tradição e opiniões próprias. Vimos recentemente, e fiz até um vídeo refutando suas ideias de a Bíblia estar ultrapassada, um pastor falando em atualização da Bíblia. Este pastor é ecumênico. Desta maneira, podem achar essencial acreditar na morte e ressurreição de Jesus, mas não importante aceitar o que Ele diz sobre o batismo. Podem dizer que é importante acreditar em Jesus, mas não precisa, necessariamente, acreditar nos milagres ou nos ensinamentos dEle. Pode se dizer que também não é assim não. Para que tanta ênfase Bíblica se Deus é AMOR. É importante promover a paz, o amor e a felicidade dos seres humanos e o que importa ser alcançado, o importante e todo mundo ficar ZEN. (O termo zen também é muito utilizado por pessoas que procuram levar uma vida tranquila, não necessariamente que sejam adeptas ao budismo, mas que procuram evitar problemas e manter sempre a mente tranquila). Esse é o perigo. Quem cala consente. Em geral, posso aqui relatar que quanto mais abrangente for o ecumenismo, menor será a VERDADE.

A pesar das palavras suaves e lisonjeiras, vãs filosofias de líderes de diversas igrejas e religiões, o servo de Deus precisa discernir entre o certo e o errado. Os verdadeiros cristãos, pastores e líderes espirituais, as pessoas escolhidas por Deus para guiar o seu povo não apoiam, não participam e não estão de acordo com o pluralismo e o ecumenismo. Rejeitar o ecumenismo não reflete falta de amor. O verdadeiro amor busca a verdade (1 Coríntios 13:6), e sabe que a verdade é única e não plural e por essa VERDADE fomos, e somos libertos de toda mentira (João 8:32). Não salvaremos ninguém se tornando cúmplices nas obras infrutíferas das trevas (Efésios 5:11), ao contrário disso perderemos a nossa salvação. Se tivermos amor, falaremos e seguiremos a verdade, pois assim alcançaremos a salvação e conduziremos outros à mesma bênção da comunhão eterna com o único e verdadeiro Deus (Efésios 4:15; 1 Timóteo 4:16). Uma vez que pastores. Líderes e crentes são guiados não pela VERDADE absoluta, a BIBLIA, a PALAVRA de Deus, mas, por mentes demoníacas caem no erro de aderir para si e para suas igrejas doutrinas de demônios (1 Timóteo 4.1-2). É muito importante saber escolher, e muito relevante ter uma FÉ que não se apõe nas pessoas. Nem nas coisas que há no mundo. Pois o mundo todo jaz no maligno, e o mundo prepara-se para vinda de um único líder, para liderar uma única religião. Nós porem, aguardamos novo céu e nova terra (2 Pedro 3:13). A importância da escolha certa se dá diante das decisões que tomamos nessa vida. As pessoas escolhidas por Deus para guiar o seu povo não apoiaram o pluralismo e o ecumenismo. Moisés, o libertador dos israelitas, não foi ecumênico (Deuteronômio 30:15-20). Josué, o homem que guiou o povo na conquista da terra prometida, não foi ecumênico (Josué 24:14-15). O apóstolo Pedro não foi ecumênico (Atos 2:36; 4:12). O apóstolo Paulo não foi ecumênico (Colossenses 2:20 / 3:4). Esses são apenas alguns homens em algumas passagens da bíblia que escolheram rejeitar a mistura do inferno, o vinho e embriagues do mundo.

 

Mas...poderia citar aqui ainda alguns nomes desde a criação de todas as coisas. Desde o princípio. Se a verdade é relativa, é Nosso Deus é o mesmo deus dos ecumenistas, e todas as religiões levam a deus, por que Deus puniu adão em sua desobediência. E junto com adão imputou a punição a todos os seres humanos (Rm 3.23). Não seria melhor o diálogo, do que condenar todos ao inferno, sem exceção pois todos pecaram em Adão. Por que Deus não recebeu o sacrifico de Caim em nome do AMOR, da UNIDADE, e da PAZ.  Por que Deus mandou um diluvio para destruir toda humanidade e não tentou dialogar, ou recuperar aquelas pessoas, mas, salvou somente a Noé e sua família. Será que não seria possível Abrão servir a Deus, mesmo no meio da idolatria de sua família. Seria necessário sair de lá, mudar seu nome e de sua esposa? Por que Deus disse a ele: Então o Senhor disse a Abrão: "Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mos­trarei. Não seria melhor deixa-lo lá, em meio aos deuses de seu pai, pois segundo a doutrina ecumênica deus é um só. Ou esse pessoal que aderem e alguns aderiram ao ecumenismo não conhece bíblia ou está se apostando da FÉ. E para finalizar se essas referências não servem de base para o crente fiel rejeitar o ecumenismo fica ai um testemunho do Autor e Consumador da nossa FÉ. Jesus Cristo, o Filho de Deus, não é ecumênico. Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. (Mateus 7:13-15). O ecumenismo seja em qual vertente ele se infiltre, esse mistério é das trevas, é diabólico e anticristão.

Não caia nessa furada meu irmão. Lhe alerto por que estou zeloso da sua fé. E deixo essas humildes linhas, triste com alguns irmãos e amigos de ministério que infelizmente para ¨mim¨ caíram na fé que uma vez professaram. Como um pastor a 2 anos atrás entrei em contato com ele sobre sua heresia que passou a ensinar, e ele me disse: Isso é uma jogada para ganhar almas.

Cuidado meus irmãos, andar na lama sem se sujar e muito difícil. Digo: quase impossível. A fé é um firme fundamento, quando esse fundamento é abalado, começamos a inventar desculpas para não voltar ao caminho da verdade. Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. 2 Coríntios 11:2-3.

Que Deus os abençoe.

Estou seguindo a Jesus cristo, esse caminho eu não desisto. Sua amizade se possível. A verdade porém, a qualquer preço.

Pr Adélcio Ferreira - IBPMG