Elias foi levado por uma carruagem de fogo?

Elias, o profeta foi arrebatado por uma carruagem de fogo?

Um irmão lendo nosso texto de ontem me pediu que falasse sobre este tema. Vamos ver o que a bíblia diz.

Um dos profetas mais considerados, juntamente com Moisés, do Antigo Testamento, Elias teria sido uma das pessoas arrebatadas definitivamente aos céus sem passar pela morte, juntamente descrê-se no antigo testamento também à Enoque que teve este mesmo destino.

De acordo com o capítulo 2 de II Reis, no seu versículo 11 diz assim: “Sucedeu que, indo eles (Elias e Eliseu) andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro (dividiu eles, um para cada lado); e Elias subiu ao céu num (redemoinho). O que vendo Eliseu, clamou: ‘Meu pai, meu pai, carros de Israel, e seus cavaleiros!’ E nunca mais o viu; e, pegando as suas vestes, rasgou-as em duas partes”.

O texto explica que esta era a forma que Elias deveria ser tomado. O versículo 1 do mesmo capitulo afirma o texto: Sucedeu que, quando o SENHOR estava para elevar a Elias num redemoinho ao céu, Elias partiu de Gilgal com Eliseu. 2 Reis 2:1

Veja o que o texto diz: (Sucedeu que, quando o SENHOR estava para elevar a Elias num redemoinho ao céu…II Reis.1.1)

E foi isso o que aconteceu. No versículo 11, mostra Eliseu e Elias sendo separados por um carro de fogo e Elias subindo ao Céu num redemoinho. A carruagem de fogo, fica por conta da invenção e imaginação da mente criativa de muitos pregadores, e não da narrativa do texto bíblico. Curiosidades do meio gospel, que não existem na bíblia.

Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. Mateus 5:37 (ou imaginação humana) grifo meu.

Existe muita resistência quanto a esta explicação no meu pentecostal, pois e destas imaginações bíblicas que se valem alguns interpretes para dizer que isso é mistério de Deus. Na escritura não existe nenhum mistério. Veja a Explicação do texto, explicitamente, e nitidamente exposta pelo escritor já no versículo 1 de II Reis. (Sucedeu que, quando o SENHOR estava para elevar a Elias num redemoinho ao céu, Elias partiu de Gilgal com Eliseu. II Reis 2:1).

Seria necessário investigar o que neste texto?  Exegese Bíblica?  Costumes da época?  Contextualização do s escritos? Ou apenas expor o que está escrito neste versículo primeiro e confirmado no versículo 11 deste mesmo capítulo. Pois assim diz o texto do versículo 11: Sucedeu que, indo eles (Elias e Eliseu) andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro (dividiu eles, um para cada lado); e Elias subiu ao céu num (redemoinho).

Alguns sugerem ate outro texto de jeremias para explicar o fato de que era uma carruagem de fogo. Veja: Jeremias 4:13 Eis que vem subindo como nuvens, como o redemoinho são os seus carros; os seus cavalos são mais ligeiros do que as águias. Ai de nós! pois estamos arruinados!

Pois bem, vejo isso de uma maneira bem simples. Cada texto deve ser explicado a luz de seu contexto. E o contexto aqui em jeremias é outro. No verso 13, deste capítulo do livro de Jeremias as imagens extraídas da natureza  indicam a força e a velocidade do inimigo que se aproxima;  são usadas para advertir os que têm ouvidos para ouvir e coração para atender a tempo.

Deus solicita que lavem os seus corações da maldade de forma a largar os seus maus pensamentos decorrentes, porque já se anuncia desde Dã e de Efraim se proclama a calamidade que está por vir e assolar seus moradores.

No texto de II Reis , mais especificamente no capitulo 2. versículo 1, Deus anuncia elevar (tomar para sí)  um de de seus profetas e de como isso irá acontecer.

Dizer acerca disso, o texto de (Jeremias 4.13) com a máxima de elucidar a interpretação de II Reis 2.11 é o mesmo que dizer: Fui ao metrô de São Paulo e andei de Maria fumaça. Há uma distância grande entre estes textos, para que alguém queira compara-los.

Explico a parábola: É como se eu estivesse em São Paulo e lá fosse pegar o trem na estação do Metrô. Poderia dizer que estava andando de metrô. Pois a linguagem se refere ao trem que corre nas linhas de ferro, embaixo da cidade, o qual no estado de São Paulo se chama metrô e todos vão conhecer assim.

Porém, em São Lourenço, minha cidade natal, não tem metrô… e sim o trem chamado Maria Fumaça. Também corre pelas linhas de ferro. Também sai de uma estação ferroviária. Porém seria um grave erro de interpretação, falar que fui a São Lourenço e andei de Metrô, ao invés de dizer: Andei na Maria fumaça, o trem de São Lourenço.

A bíblia em alguns pontos ela mesma se traduz, sendo desnecessário a interpretação correlacionada a outros textos. Este é um texto que seu contexto define a interpretação. Me desculpe os ultra pentecostais, que procuram dar outro sentido espiritual e alegórico ao texto.

Uma vez que a máxima deste texto é o arrebatamento do profeta e não o veículo, e/ou ação da natureza que ele foi transportado ao céu.

A bíblia aqui para o bom exegeta não deixa outra interpretação. Pois ela mesma (A Bíblia) se explica e se traduz.

-----------------------------------

Pr. Adélcio Ferreira

Igreja Batista da Provisão - Sede

Copyright © 2018 / Igreja Batista da Provisão. Todos os direitos Reservados. Permitida a reprodução/publicação de textos, artigos e afins, desde que citada a fonte. Logos e registros da IBP é de uso restrito e exclusivo da Igreja Batista da Provisão.