A fé simples. Simplesmente em Jesus

O que é fé simples. Ou simplicidade da fé. Podemos dizer que seria uma fé sem âncoras, uma fé que avança no simples conhecimento de Deus por meio de experiências vividas com Ele, e não acerca do que falam dEle. Fé simples é como a dos discípulos, como a que Jesus os ensinou. Não se aprende nos seminários, nem através da imitação de homens, embora haja na bíblia a galeria dos heróis da fé, porém ali mostra a fé que realiza as obras de Deus.

Fé simples é apenas crer em tempos difíceis que Deus é soberano, e está no controle de toda nossa vida. Fé para ser salvo é uma realidade bem diferente da fé que nos leva a confiar (manter-se firme diante de impossibilidades) em Deus. A fé que salva, ela parte em inúmeras vezes de uma premissa de medo do inferno. Então no momento da morte, ou de uma situação de livramento a pessoa confessa o Senhor. Ele/ela crê, ele/ela tem fé no sacrifício. Com o coração se crê, e com os lábios confessa que Jesus é o Senhor. (Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação (Romanos 10:10).

Daqui em diante você precisara de fé para realizar as obras de Deus.

 

A fé que te salva, nós já a temos, porém precisamos ser provados nesta fé, que vem pelo ouvir, e o ouvir a pregação. Os discípulos não creram em Jesus? Sim, claro que creram, dentro da perspectiva que tinham acerca de Jesus ser o restaurador do reino à Israel. Muitos creem hoje assim. Jesus vai restaurar finanças, restaurar casamentos, restaurar saúde, restaurar um reino aqui na terra. Carregam consigo esta fé. Se ganham muito dinheiro são homens de grande fé, se não arrecadam riquezas são homens de pequena fé. Essa é a fé complicada, não é a fé simples.

A fé simples acredita em Deus mesmo sem tantas coisas ao redor. O diabo como não é onisciente, achou que Jó tinha uma fé em Deus por causa daquilo que ele (Jó) possuía. E quando satanás se apresenta para provar o servo de Deus, ele faz sua primeira exigência: (Mas estende a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema de ti na tua face! Jó1.11). Qual é a primeira ideia do diabo acerca de servo de Deus? Que Jó teme a Deus por aquilo que o Senhor pode lhe oferecer. Pois o diabo sabe que o ser humano é interesseiro, orgulhoso, e se aproveita da bondade de alguém, para se valer de benefício e não de obediência prestada. O resto da história você já conhece. O diabo pensou que Jó servia a Deus por coisas deste mundo, porém Deus sabia e conhecia a fé do seu Servo Jó.

Assim são os crentes mais antigos. Estes foram motivados e alinhados com a soberania de Deus. Não que deixasse de ter crentes interesseiros em todas as épocas. Pelo contrário sempre teve, os próprios amigos de Jó, foram um grande exemplo disso. Quando Jó, não sucumbiu aos ataques de Satanás para que ele blasfemasse contra Deus, foram seus amigos e sua esposa, os primeiros a lhe acusar de pecado, de coisas erradas. Aqui respondo sua pergunta meu irmão: Esses (a esposa e os amigos de Jó) prefiguram bem os crentes de fé nominal em Cristo, porém sem experiências com o próprio Cristo. Estes são os que saem por aí chamando crentes de fé simples de loucos, insensatos, tentadores de Deus. Pois estes sempre aparecem em tempos de crise, para tentar a minha e a sua fé, que não é matemática, nem racional. É uma fé simples, em o único Deus, simples, descomplicado e que habita nos pequeninos de fé simples, porém se manifesta também aos magníficos de fé racional.

Há uma diferença muito grande em habitação de Deus e manifestação de Deus. Vou te passar uma de minhas máximas que meus liderados conhecem bem: Fez conhecidos os seus caminhos a Moisés (pequeninos), e os seus feitos aos filhos de Israel (os magníficos). Salmos 103:7.

A escolha é nossa. Ou ficamos com os caminhos (presença) ou com os feitos (bens materiais, milagres, etc). Ou cremos que Deus é nossa única esperança e motivação para viver (fé simples), ou cremos que Deus é um benfeitor, um milagreiro que sempre estará disposto a fazer nossas vontades (fé atual – racional – teológica e evidente neste século).

 

Nessa fé você pode se decepcionar, porém na fé simples, você o servira simplesmente pelo o que Ele é. Se fizer Ele é Deus, se não fizer continua sendo Deus.

O diabo errou várias vezes acerca da fé de Jó. Por isso devemos ter cuidado ao falar de homens/mulheres de fé, ou de tentar justificar as adversidades da vida como pobreza, doença, e até mesmo a morte como algo onde alguém estava tentando a Deus. Jó não retrocedeu em sua fé simples, e o tentador não era Jó e sim Satanás.

Num fato atual, nessa pandemia que sofremos (no passado por que agora é política), acerca de corona vírus que já desapareceu, matou, se é que matou mesmo, menos gente que as outras tribulações da vida. Quem foram os que prevaleceram firmes e loucos como foram até chamados? Os nossos irmãos na fé (velhinhos) de carreira. Volta e meia se via uma crente fiel louvando, engrandecendo ao Senhor, enquanto os novinhos estavam apavorados. Fé simples x Fé racional. Prevalece, prevaleceu e prevalecerá a FÉ simples. Se Ele fizer Ele é Deus, se não fizer continua sendo Deus.

Que Deus lhe abençoe.

Logo teremos mais vídeos sobre as variações de fé que a bíblia ensina, são ensinadas pelo próprio Senhor Jesus, acompanhe em nosso canal. Link: https://www.youtube.com/channel/UCLyDei4KqOhlD8ELy4Zy1eg

 

Pr. Adélcio Ferreira – IBP -MG

Copyright © 2018 / Igreja Batista da Provisão. Todos os direitos Reservados. Permitida a reprodução/publicação de textos, artigos e afins, desde que citada a fonte. Logos e registros da IBP é de uso restrito e exclusivo da Igreja Batista da Provisão.