VIGIAI E ORAI, PARA QUE NÃO ENTREIS EM TENTAÇÃO

Definitivamente, o mundo está procurando um salvador neste exato momento. Assim alardeia o título de uma recente reportagem econômica: “China: o Salvador do Mundo!” A capa da revista Forbes recentemente proclamou o título: “O Capitalismo Nos Salvará!” Um famoso jornalista escreveu recentemente: “Estamos salvos. Em meio aos entulhos dos mercados financeiros mundiais, podemos captar uma visão dos fundamentos de uma nova ordem internacional. A grande lição da crise foi aprendida: não podemos escapar de nossa dependência mútua”. Estes comentários revelam que o mundo está procurando por um salvador econômico e não o Eterno. A igreja infelizmente caiu neste mesmo espirito. Muitos de nossos irmãos almejam mais por $$$ do que pela pregação ensino e preparação da noiva para o breve e grande advento que surgirá. Graças a Deus podemos até o presente momento estar acordando a alva, e dizer como um cristão conhecido nosso. (Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram). Enquanto grande parte da igreja e o mundo debanda em direção a uma maior interconectividade global e a estados extremos de idolatria comercial em seus cultos na sua busca pela segurança dos grãos e do pão, ela ignora completamente o verdadeiro pão do céu. “Porque o pão de Deus é o que desce do céu e dá vida ao mundo” (Jo 6.33). “Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente” (Jo 6.51). Alimentemo-nos do que é verdadeiro. E firmemente ignoremos esta ideia quase que global de prosperidade neste mundo vil. Aconselhemo-nos com a Palavra e tendo com o que nos vestir e comer estejamos contentes. Deus é conosco. Se prover-nos situações melhores amem, de todo se elas não vierem amem da mesma forma. A igreja não é nem será para nós uma armadilha, mas sim uma noiva que prepararemos com temor para apresenta-la ao noivo. Fiquemos com o que Paulo disse aos filipenses: “Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória” (Fp 3.20-21).

Pr. Adélcio Ferreira.

 

Imprimir

Enviar comentário

voltar para Palavra Pastoral

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||news login fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|signup b01 normalcase bsd c05|content-inner|left show fwR|news fl login fwB tsN fwR tsY c05