RELIGIOSO, COM MUITA REVERÊNCIA E DOUTRINA BÍBLICA

Publicado em 02/09/2016 às 07h48

Então se me perguntarem: O senhor então é um religioso, sim com muito prazer e reverencia. Tem um tempinho pra eu te explicar...

 

A religião é muita mais antiga do que pensamos. Se alguém diz que você é religioso, se alegre por ser. Se, isso que chamam de ser religioso, é por você ser zeloso pela doutrina, e pelas coisas do Senhor, se alegre por ser religioso. Pelo que sei, e pelo que a Palavra de Deus ensina, existe uma necessidade da religião, a partir da separação entre Adão e o Deus criador de todas as coisas. Uma vez que esta palavra (religião) Vem do termo "religare" significa religar o homem a divindade. Em meu caso, ao Deus verdadeiro, por meio de Seu filho Jesus, o Cristo das escrituras que tem seus preceitos e normas demonstradas na Bíblia, sua Palavra escrita para nós. Entendo que o primeiro culto a Deus envolveu a religião de Caim e a religião de Abel. O sistema do culto e a maneira de caminhar e de entrar novamente em comunhão com Deus é religiosa. Uma vez que esta palavra em nosso português tem significado religar pessoas a divindades. Abel oferece o melhor sacrifico que possuía, diz a Bíblia para Deus em seu culto religioso. Enquanto que Caim, chega para cultuar a Deus em pecado. Sabendo do seu pecado, mantendo-se em seu pecado, e desejava cultuar a Deus mesmo andando em pecado. Me parece que antes do culto religioso de Caim começar, Deus chama Caim num canto e lhe pronuncia duas opções: Genesis 3.7 Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar. Ele escolheu a pior opção, assim como falamos ontem no culto a Deus, sobre o profeta Jeremias, Caim também fez na hora de decidir, entre o que Deus exige em seu culto, e a maneira que Caim quer cultuar, religiosamente a Deus. Jeremias pediu que levassem o livro sagrado a presença do rei, de seus sacerdotes, e dos príncipes para que fosse lido. O livro que falava acerca da religião judaica. De como deveria se cultuar o Deus dos Judeus, que também é nosso Deus. Mais quando o escrivão do rei começou a ler o livro, o rei ficou diante de duas opções. Continuar servindo a Deus na religião que a livro impunha. Andando em preceitos, normas, doutrinas e modelos de culto. Ou continuar servindo a Deus na religião que o rei impunha. De qualquer maneira, sem restrições, nem devoções em seus cultos a Deus. O rei escolheu também a segunda oportunidade. Deixou de lado a Palavra de Deus e foi viver segundo sua religião: Jeremias 36.23E sucedeu que, tendo Jeudi lido três ou quatro folhas, cortou-o o rei com um canivete de escrivão e lançou-o ao fogo que havia no braseiro. As pessoas na realidade(algumas) não querem servir a Deus. Querem que Deus os sirva. Usam até seu filho (Jesus Cristo) como uma desculpa. Se foi o próprio filho de Deus que edificou esta grande estrada para Deus novamente. E disse que deveríamos adorar a Deus em espirito e em verdade. Porém a maioria só quer adorar em espirito, como Caim, como o rei Joaquim. Querem dar sacrifícios, mais não se sacrificar no altar do Senhor. Rm 12.1. Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. Se é culto racional, é religar a Deus, é religião, é novamente a tentativa de se unir a Deus daqui da terra, ou trazer a presença de Deus até aqui na terra. Só deixaremos de ser religiosos quando estivermos para sempre com o Senhor. Aí sim, não prestaremos uma adoração com raciocínio, mas estaremos para sempre na sua presença.  Adorar em espirito, porém também em verdade. E o que implica a verdade: Que toda mentira, sujeira, pecado, maledicência, prostituição, prazeres sexuais, deleites e tantas coisas mais não estejam envolvidas no culto, na nova religião. Na religião, ou no simples estar com Cristo, ainda que digam que não são religiosos, o mandamento bíblico é o mesmo. Arrependei-vos. E onde houve arrependimento, não haverá deleite do pecado/ou no pecado. Para chegar a Deus ainda é necessário optar pela porta estreita. Não é possível religar-se a Deus em pecado cônscio (consciente) por que o abismo entre o pecado e Deus ainda existe. Não é possível estar adorando em espirito sem a verdade. Jesus juntou estas duas Palavras em seu discurso  no evangelho de João. (espirito + verdade (Palavra)= adoração) João 17.17Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.
Quando o Senhor Jesus fez seu discurso em João 6 , muitos de seus discípulos o abandonaram. E por que o abandonaram? Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir? João 6.60. O abandonaram por que não suportaram a posição que Jesus impunha para adorar o Pai. Teria que ser de verdade a adoração. Teria que ser em espirito a adoração. Ele disse o porquê o abandonaram: O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são espírito e vida. João 6:63. Por que suas palavras eram vida. E os que praticavam a religião, deveriam praticar a religião de Jesus. Em espirito e em verdade. Por isso, se me chamarem de religioso por ser um adorador de Deus, que o adora de uma forma Bíblica, não fico aguerrido. Sou sim; e como muito prazer de servir meu Deus na sua Palavra. Na igreja que o Senhor me colocou a pastorear ainda tem a Bíblia como regra de fé e pratica. Continuo ensinando as doutrinas básicas do cristianismo. E tenho o mesmo costume que vejo nas escrituras de zelar pela casa de Deus (templo físico + templo de alvenaria). Podem me tirar tudo, menos a Palavra e o zelo que aprendi a ter por ela, e pela casa do Senhor. Hoje achei esta frase de Martyn Lloy Jones, que ensino a anos, e tenho presenciado em todo meu ministério. Deus não precisa de um batalhão, para que exemplifique sua presença.Então meus amados, entendo que Deus não precisa da adoração de Caim, é Caim que precisa de um encontro com Deus. Então se me perguntarem: O senhor então é um religioso, sim com muito prazer e reverencia. Tem um tempinho pra eu te explicar...

Pr. Adélcio Ferreira_IBP

Enviar comentário

voltar para Palavra Pastoral

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||news login fwB tsN fwR tsY c05|c15 fsN normalcase fwB|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|signup b01 normalcase bsd c05|content-inner|left show fwR|news fl login fwB tsN fwR tsY c05