QUEM ESTA SEGURANDO AS RÉDEAS

O verdadeiro cristão é diferenciado pela sua autonomia diante de Deus. A palavra AUTONOMIA tem no grego o significado de (Regras para si). Ou seja, eu mandar na própria vida. Jesus nos deu uma ideia do que é que ele queria quando veio a este mundo. Um povo para si mesmo. Discípulos radicais. O evangelho de Marcos diz: E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me. Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará, Marcos 8:34-35. Talvez esta seja a maior de todas as dificuldades humanas diante do evangelho. Esta restrição de Jesus à autonomia do indivíduo, é a maior barreira para não aceitação do evangelho de Cristo. Ser cristão não é fazer parte de um grupo, evento ou ajuntamento em nome de Cristo. Por isso a pergunta? Você se considera um cristão? Se sim, quem está segurando as rédeas?

No cristianismo que Cristo anunciou a seus discípulos a perda da autonomia era/pelo menos deveria ser imediata após a conversão. Eles deixavam de ser seus senhores, dirigir suas vidas para viver para Cristo. O apóstolo Pedro durante aproximadamente 3 anos e meio com o Mestre não havia aprendido o que era ser um seguidor de Jesus Cristo. Era destemido, corajoso, cheio de vontade de fazer a obra de Deus e seguir a Cristo. Porém ainda estava no controle de sua vida.

Seja você um católico ou evangélico. Digo estes, pois são os que mais fazem afirmação de serem seguidores de Cristo. São as vertentes do cristianismo que mais se destacam, e as que nelas encontramos mais pessoas dizendo ser, o que na verdade ainda não podem ser. Ser de Cristo como o próprio Pedro aprendeu depois da ressurreição do Senhor implica em estar rendido ao domínio do Espirito Santo.

O próprio Jesus disse a Pedro: Na verdade, na verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo, e andavas por onde querias; mas, quando já fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá, e te levará para onde tu não queiras, João 21:18.

A direção de Deus para nossa vida é oposta à que queremos, quase sempre é assim. Ser um cristão não é apenas ter o nome em uma membresia da igreja que frequentamos. A vida do cristão é, ou pelo menos deve ser diferente e oposta a tudo que há neste mundo. Nós não somos deste mundo. Pelo menos é o que a bíblias diz: Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia, João 15:18-19.

Precisamos fazer a diferença. E isso se torna possível, somente com Ele segurando as rédeas. A palavra utilizada para chamar nossa atenção, não quer dizer que Deus nos trate como animais irracionais, apesar de Ele mesmo dizer no livro de Salmos: Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti, Salmos 32:9.

Deus não quer tirar nossa autonomia (Regras para si). Ele o Senhor Jesus apenas quer nos ensinar o caminho. Salmos 32.8 Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos. Permanecendo o Espirito Santo no controle, seremos bem-sucedidos em tudo que formos realizar. Se tivéssemos a possibilidade de receber um conselho do apóstolo Pedro, creio que não seria diferente, daquele que ele recebeu do Senhor. Consentir, ser guiado por Deus. Refutar nossas motivações que até podem ser boas motivações, e receber de Deus a direção para uma nova maneira de viver. Este é o apóstolo que escreve na sua primeira carta: Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo; Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo,1 Pedro 1:13-16.

Pedro uma vez cingido pelo Senhor Jesus, agora pede, instrui a que sejamos cingidos em nosso entendimento. Resumindo: Deixe o Senhor segurar as rédeas. Seja um cristão e não um aspirante ao cristianismo. Como já disse acima: esta deve ser a maior oposição a qual muito não vem, e se entregam de verdade a Cristo. A limitação de sua liberdade (deve ser assim que pensam) causa um grande sentimento de perda e por isso recusam a chamada de Senhor. Ou, até seguem a cristo, porém de longe. Estão na igreja, mais ainda mama u mundo. Praticam as duas coisas. Religiosidade e mundanismo. Um dia irão encontra-se com o justo juiz, e aí, não haverá como satisfazer a dois senhores.

Que Deus abençoe e pense bem nisso.

Pr. Adelcio Ferreira

Imprimir

 

 

Enviar comentário

voltar para Palavra Pastoral

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||news login fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|signup b01 normalcase bsd c05|content-inner|left show fwR|news fl login fwB tsN fwR tsY c05