JEJUM: FOME DE DEUS

Publicado em 01/04/2017 às 08h14

O JEJUM E A ORAÇÃO

O jejum como abstinência de comida e agua, no contexto da palavra JEJUM seria a privação de comida ou redução das refeições diárias a uma só durante um período. Existem diversos motivos que levam uma pessoa a fazer jejum, sendo os principais religiosos ou medicinais. Outros motivos incluem a greve de fome política, e também o desejo de adquirir coisas, bens matérias.

O jejum é uma benção como recurso aliado da oração, e feito da maneira que a Bíblia ensina. O jejum que estamos falando é o jejum cristão e bíblico. O jejum também quando aliado a oração é uma arma secreta do crente e uma forma de demonstrar a Deus a nossa imensa necessidade da Sua ajuda e dependência dEle.

Jesus disse para os discípulos: “E quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas, porque desfiguram o rosto, para que os aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão”. Jesus não estava condenando o jejum, mas a hipocrisia de se jejuar para se alcançar a aprovação pública. Os fariseus jejuavam voluntariamente duas vezes por semana, a fim de impressionar o povo por sua santidade. Em Atos 13.3, vemos que, na igreja cristã, a oração tinha o apoio do jejum. Mas, a recomendação de Jesus foi que isso fosse feito discretamente.

Jejuar não é uma maneira de negociarmos com Deus acerca do que queremos, e nem algo para parecer que somos mais espirituais que as outras pessoas. Também não significa busca de bênçãos materiais. Mas sim uma oportunidade que temos de mostrar a Deus nossa imensa necessidade e sua presença, a nossa necessidade de passarmos tempo com Ele, aprendendo dEle e vivenciando a presença do Espirito Santo em oração e jejum ao Senhor.

Jesus jejuou e teve a oportunidade de ensinar a respeito do jejum. Porém, muitos tomam o jejum e usam-no para tentar conseguir que Deus faça o que desejam. E muitas vezes isso se acentua de tal maneira que a pessoa pensa que, com o jejum, conseguirá riquezas e bens materiais.

O Jejum distingue-se da greve de fome, cujo propósito é adquirir poder público e/ou político ou atrair a atenção para uma boa causa. Também não se trata de dieta de saúde com propósitos físicos e não espirituais o propósito central do jejum é centrar-se em Deus, concentrar-se em finalidades espirituais para nosso crescimento e desenvolvimento na obra do Senhor. Se fossemos resumir um artigo ou explicar o que é o jejum , poderíamos dizer que o jejum é fome de Deus

Pr. Adélcio Ferreira - IBP

 

Imprimir

Enviar comentário

voltar para Palavra Pastoral

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||news login fwB tsN fwR tsY c05|c15 fsN normalcase fwB|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|signup b01 normalcase bsd c05|content-inner|left show fwR|news fl login fwB tsN fwR tsY c05