Existem ainda Apóstolos nos dias de hoje?

 

Apóstolos nos dias de hoje. É bíblico?

Graça e paz amados irmãos, desejo hoje discorrer com os amados acerca deste ¨ministério¨ tão evidente em nosso País. Será mesmo que ainda existe apóstolos nos dias atuais, ou apenas um título que os homens aplicam a si mesmo. Acabei por ficar surpreso ao chegar em minha cidade de origem, após estar alguns anos (12 anos) no campo missionário e alguém se dirigir a mim e dizer: Como devo chamá-lo pastor, ou apóstolo? Por que disse esta pessoa que quem planta igrejas e passa de uma certo numero de igrejas plantadas é/ou se torna um apóstolo. Seria mesmo? 

Seria ainda em nossa época possível existir tal ministério entregue pelo Senhor Jesus. A palavra "apóstolo" significa aquele que é enviado numa missão. A Bíblia geralmente se refere a eles, como os apóstolos de Cristo. Eram doze homens escolhidos por Cristo para estarem com ele e para serem enviados a pregar (Marcos 3:13-19).

Em algumas ocasiões na Bíblia eles foram simplesmente chamados "os doze". O número doze tinha uma história de grande importância entre o povo de Deus (doze filhos de Jacó e doze tribos de Israel).

Para cumprir a missão recebida do Senhor Jesus, eles receberam o batismo do Espírito Santo, para que pudessem ser guiados em toda a verdade (Atos 1:8; 2:1-4). Esta verdade nas Escrituras, é o nosso padrão nos dias atuais (Atos 2.42).

Os apóstolos foram testemunhas oculares de Cristo ressuscitado (Lucas 24:48; Atos 1:8,22; 2:32; 3:15; 4:33; 5:32; 10:39-41; 13:31; 1 Pedro 5:1; 1 João 1:2).

A única maneira de descobrir, se realmente existe apóstolos nos dias atuais e fazendo como base de estudo a Bíblia, a Palavra de Deus. Sabemos que no presente século e evidente esta falácia no meio evangélico. Apóstolo fulano de tal, apostola, e outros títulos requeridos por estes que se intitulam nesta categoria.

O que era exigido, ou pelo menos identificado com a geração apostólica escolhida por Jesus, Nosso Senhor. Vejamos alguns pontos, sem querer esgotar o assunto:

1 - Os apóstolos foram testemunhas oculares de Cristo, esta foi a exigência para escolha de um novo apóstolo para o lugar de Judas (que se enforcou) (atos 1.21). Temos também o relato acerca de Paulo, ele mesmo não estando com Cristo em seu ministério antes de Sua Glorificação, a Bíblia nos informa que o Senhor lhe apareceu a caminho de Damasco (Atos 9.5).

2 -  Os apóstolos de Cristo sofriam pelo evangelho que anunciavam, em contraste com este apostolado atual que se manifesta em plena regalia de bens terrenos, e vivem a vida em um paraíso episcopal.

3 - Os apóstolos de Cristo, ou ministério e apostolado que o Senhor deu a seus discípulos não era renumerado, nem possuía grandes somas em dinheiro, pelo contrário estes apóstolos viviam de maneira simples e singela, nenhum tostão no bolso. (Disse Pedro: "Não tenho prata nem ouro... Atos 3:6¨). O que não podemos dizer acerca desta geração apostólica atual.

4 - A bases doutrinarias e fundamentais para fortalecimento e crescimento sadio da Igreja do Senhor Jesus estavam designadas aos ensinos apostólicos. Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. (Atos 2.42-43). Atividades puramente espirituais. Será que os tais apóstolos como disse Paulo no passado, estão ensinando corretamente a doutrina de Cristo? Estarão eles vivendo uma vida a qual poderíamos imitar?

5 – Não querendo ser muito extenso, pois não faltaria ensinos nas escrituras para que pudéssemos identificar a ausência de ministérios apostólicos nos dias atuais, fica a base que Paulo se utiliza para identificar-se como o derradeiro apóstolo do Senhor. O Senhor lhe apareceu, e o comissionou, uma vez que ele não teria as qualificações para ser um apóstolo, se não tivesse visto o Senhor depois de sua ressurreição (1 Coríntios 9:1-2; 15:8; Atos 22:15; 26:16). Será que alguns destes podem também fazer este relato. Ou poderá dizer como Paulo. O que recebi do Senhor também vos entreguei.

A Igreja brasileira e posso dizer não somente ela, mas todos nós sofremos destes males. A arrogância, a exaltação, e a vontade de ir além do que está escrito, tem destruído o verdadeiro evangelho de Cristo. A cruz tem sido esquecida, e neste novo caminho que a igreja escolheu, é preferível os holofotes do que a humilhação.

Que o Senhor possa nos abençoar e nos ajudar a se submeter a Cristo a não ao espirito deste mundo. Que os holofotes da fama, do sucesso, estejam longe de nós. Que possamos voltar ao evangelho puro e simples de nosso Senhor Jesus Cristo.

Convém que Ele cresça e que nos venhamos a diminuir, já dizia João o Batista. (João 3:30)

Deus abençoe.

Pr. Adélcio Ferreira

Site pessoal: www.servoprudente.com.br 

Enviar comentário

voltar para Palavra Pastoral

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||news login fwB tsN fwR tsY c05|c15 fsN normalcase fwB|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|signup b01 normalcase bsd c05|content-inner|left show fwR|news fl login fwB tsN fwR tsY c05